16 – Fabiana Faleiros

Encontro Fabiana antes de uma palestra sobre anarquismos no Capacete, Glória. Ela tem dois sonhos e não sabe qual me contar. Tem um que é froidiano e tem um outro… Sugiro que tire uma carta do dia para decidir. Ela tira a carta “árvore” e exclama que o outro sonho é o da árvore.

… ela está na janela do quarto, no quarto andar onde a copa da árvore a protege do barulho dos carros. A árvore começa a crescer. entra por dentro do prédio em frente e sai pela janela do outro lado. as folhas viram centenas de tesouras muito pequenas se movendo freneticamente. na ponta da árvore surge uma grande tesoura que corta o asfalto da rua. e segue cortando até que vira a esquina e sai do seu campo de visão…

Fabiana conta que antes de dormir tem meditado imaginando que o asfalto some e que as ruas são de terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *