5 – Erick Figueira de Mello

Erick foi o primeiro sonho encomendado, ou seja, que entra no materializador por desejo próprio e não porque eu sonhei com ele. Vou a seu escritório em um prédio na Gávea muito próximo de onde funcionou o Bar do Juca Amélio na década de 90. Ele me conta um sonho que o marcou e foi muito importante na sua infância e juventude e que se repetiu muitas e muitas vezes.

… ele é pequeno e tudo ao redor é grande. ou é de tamanho normal e tudo vai crescendo. pessoas prédios. tudo grande e arredondado. grande e crescendo ainda mais…

Ele não lembra histórias, só da imagem e da sensação. Não eram sonhos confortáveis, mas também não era violento e ele não sentia medo. Diz que tem até vontade de voltar a sonhar com isso. Depois me conta do sonho que teve esta noite. Faz um croqui com as três cenas em que toma banho nu na varanda; depois recebe uma refugiada judia bem magra e depois mais uma refugiada gorda que ele reconhece como uma prostituta que vira em uma suruba próximo de sua casa. Digo que melhor ficarmos com o primeiro impulso, que foi o sonho de infância, porque o primeiro tende a estar muito mais próxima do inconsciente do que quando temos tempo de julgar e analisar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *